quinta-feira, 27 de junho de 2013

#Resenha; A Livraria 24 horas do Mr. Penumbra

Autor: Robin Sloan
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 288
Ano de publicação: 2013
"Perdido nas sombras das estantes, quase caio da escada. Estou exatamente no meio do caminho. O chão da livraria está bem longe de mim, a superfície de um planeta que deixei pra trás."

Quando se precisa de um emprego e você já não tem mais o direito de escolha, a melhor coisa que se pode fazer é andar pelas ruas de São Francisco.
Clay Jannon é um web designer, agora desempregado, por que com a recessão, ele perdeu seu emprego em uma rede de lojas de Bagel, depois de procurar pelo emprego que se encaixasse em seu quadro decidiu que seria mais fácil se ele se encaixasse no quadro de qualquer emprego e em uma de suas caminhadas pelas ruas de São Francisco encontra uma livraria curiosa, 24 horas, sua vitrine dizia "Precisa-se de Atendente, turno da noite, exigencias específicas, bons beneficios", ou seja, tinha que tentar, nada a perder.
Era uma livraria estranha, estreita e muito alta, além de ser sombria, mas não se espera algo muito normal de uma livraria 24 horas né? Afinal, quem levanta as 2h30 e sai comprar um livro?
Duas perguntas básicas "qual o seu livro preferido?", "Você sobe escadas?" e pronto, o emprego era dele, mas com uma regra clara, em hipótese alguma Clay está autorizado a ler os livros, estranho pra quem trabalha em uma livraria não?
Com o empurrãozinho de um amigo, Clay acaba descobrindo o que está por trás dos livros e isso o acaba inserindo em uma espécie de sociedade secreta que tem como fundamento desvendar segredos dos mesmos, e não muda apenas a vida dele mas a de todos que estão ao seu redor.

No começo o livro me pareceu muito instigador, um leitura bem simples e bem curiosa, Clay é um web designer ou seja, Robin mostra isso direitinho, tanto que havias horas que eu pensava "Meu, do que ele tá falando?". É um livro bem simples uma aventura, que promete várias coisas, até mesmo a formula da vida eterna.
Eu me amarrei na história e Robin a desenvolveu incrivelmente, mas é claro que nada é 100% houve horas que eu achei que ele podia ter, não sei, feito algo mais WOW que teria ficado ainda melhor. Um outro ponto engraçado foi ele usar marcas e mais marcas, uma em especial, Google, ele ama o mesmo e se possível certeza que trabalharia lá (sério). Uma das personagens, Kat Potente que tem um papel importante na história, faz parecer que o seu local de trabalho é o melhor lugar do universo, até eu mesmo quero trabalhar lá.
Mr. Penumbra, proprietário da livraria, é apaixonante, tanto pelo sua sede de sabedoria quanto pela sua simplicidade, ele me ensinou várias coisas, coisas que todos precisamos, e no final, FIQUEM TRANQUILOS QUE NÃO É SPOILER, acontecem algumas coisas que corta o coração.
O que eu acredito que tenha faltado foi aquele toque instigação, um toque essencial, e eu sei algumas pessoas não gostaram e com certeza foi por falta deste toque, talvez se ele tivesse  formado melhor alguns pontos, mas de qualquer forma, eu recomendo, é um livro que faz você descansar a mente, uma leitura que não te força a nada, eu recomendo, recomendo mesmo e que nosso amigo Sloan continue escrevendo boas histórias como essa! Se alguém falar que não é bom, leia, por que só as suas próprias conclusões pra dizer se você vai gostar ou não.

3 comentários:

  1. Esse é um livro que nunca tinha ouvido falar mas me deixou muito curiosa pelo fato do mistério na resenha :D. Quem sabe eu não leio ai venho aqui para disse meu ponto de vista :)

    ResponderExcluir